PSICOTERAPIA DE GRUPO Uma parte significativa dos problemas com que nos confrontamos surge na adaptação e no encontro da pessoa com o mundo e com os outros. Todos nós temos formas particulares de construir relações e de interagir com os outros, embora nem sempre tenhamos consciência das mesmas, nem do seu impacto. Às vezes só sabemos que as coisas não correm bem e/ou que estamos longe de ter as relações com que sempre sonhamos. Muitas pessoas sentem-se isoladas e pouco satisfeitas com a sua vida e frequentemente têm dificuldades em estabelecer ou manter relações próximas, ou em viver relações gratificantes e significativas. O trabalho de grupo pode ser uma alternativa essencial para entendermos melhor o modo como nos relacionamos com os outros e qual o impacto do nosso comportamento, bem como para descobrir novas formas de estar e de interagir. Muitas vezes o trabalho em grupo pode ainda ser um passo intermédio importante entre o final da terapia individual e a “total autonomia”, na medida em que o grupo funciona como um espaço protegido onde cada um pode contar com o apoio dos terapeutas e dos outros elementos, ao mesmo tempo que é um espaço que possibilita múltiplas interacções onde se aplicam as regras “do mundo cá fora”. Cada participante do grupo pode assim mais facilmente saber o que sentem e pensam os outros intervenientes quando ele ou ela fala ou age de determinada maneira. Na vida “cá fora” habitualmente é mais difícil aceder a esta informação, uma vez que as respostas sinceras passam pelo filtro mais rígido influenciado pela pressão social. O trabalho de grupo permite ainda aceder à experiência correctiva do grupo, isto é aprender com os outros que têm problemas semelhantes e simultaneamente sentirmo-nos encorajados através do sucesso dos outros. É fácil duvidarmos de nós e das nossas capacidades, mas vermos os outros a mudarem e a serem bem-sucedidos, aumenta a nossa motivação e as nossas expectativas positivas. A terapia de grupo tem uma longa e comprovada história de eficácia enquanto uma forma de psicoterapia. É de grande utilidade, e em alguns casos é mesmo mais útil que a terapia individual, particularmente quando o suporte social e a aprendizagem acerca das relações interpessoais são os objectivos essenciais da terapia. OBJECTIVOS DO TRABALHO DE GRUPO • Diminuir a tensão psíquica e emocional no contacto social • Ensaiar novas formas de se relacionar com os outros • Tomar consciência dos aspectos significativos do seu comportamento e como estes influenciam o seu “estilo” relacional e a forma como os outros reagem • Tomar consciência das suas expectativas em relação aos outros: desejos, necessidades e sentimentos • Entender melhor o que os outros querem de si • Compreender o que está em jogo no teatro da vida e explorar um processo de negociação eficaz dos seus objectivos • Ganhar mais confiança e segurança nas relações, com vista a estabelecer conexões mais íntimas e profundas • Ganhar novas perspectivas sobre a forma como encara e lida com as questões práticas da sua vida Como qualquer realidade que faz parte da vida humana, a terapia de grupo tem os seus mitos que é importante desconstruir, aqui vão alguns exemplos que não correspondem à verdade: • No grupo tenho de partilhar tudo, mesmo que não me sinta com vontade para fazer isso • O grupo é um espaço onde os participantes contam as suas situações e os terapeutas e os outros intervenientes dão respostas acerca da forma como cada um deve proceder na vida • O grupo é orientado somente pelos terapeutas que decidem como o grupo vai criar o seu processo terapêutico.
CONTACTOS E.MAIL mindtreeconsultorio@gmail.com MORADA Rua João Penha 10 R/C - Lisboa Copyright © 2016 MINDTREE Todos os direitos reservados. FOTOGRAFIA Teresa Borba